Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Notícias

Notícias

Brasil

Brasil

Política

Política

Policial

Policial

Cotidiano

Cotidiano

Cidades

Geral

VIDEO

Videos

Eleiçoes 2018

Eleições 2018

Tecnologia

Moda

Em Santa Rita, Servicol tem abastecimento suspenso por suposta "preferência" de Panta pela Geo Urbana

Nenhum comentário

Uma imagem curiosa chegou à redação do News Paraíba, na manhã desta quarta-feira (16).

Um aviso na mesa do caixa de um posto de combustíveis da cidade de Santa Rita revela que existem problemas sérios no relacionamento tripartite entre a gestão de Emerson Panta, Geo Urbana e Servicol, empresas concessionárias da coleta de lixo do município, o mais caro já pago pela prefeitura na história da cidade, mais caro da Paraíba, proporcionalmente.

Confira:


Só em 2017, juntas, as empresas levaram mais de R$ 17 milhões da cidade.

Em 2018, a previsão foi de mais de R$ 19 milhões.

Veja os contratos:



A Servicol está com o abastecimento suspenso desde outubro do ano passado. Não à toa, a coleta de lixo em Santa Rita tem sido deficitária no mesmo período, quando os repasses caíram pela metade,  ao tempo em que o mau serviço vem gerando reclamações veementes da população.

Panta, a esta altura (e não se sabe o porquê) estaria privilegiando a Geo Urbana nos repasses mensais, referentes aos pagamentos do lixo canavieiro, deixando a Servicol em segundo plano com repasses menores (apesar dos valores empenhados serem maiores), causando problemas de operacionalização à empresa, como a suspensão do abastecimento, gerando um completo mal estar entre direção e gestão.

Nos bastidores, fontes informam que a falta de atenção do prefeito em relação ao cumprimento dos compromissos com a concessionária tem causado problemas de operacionalização da Servicol, como pagamento de funcionários, compra de insumos e abastecimento dos veículos da frota.

A pretensa 'predileção' da gestão Panta em relação à 'Geo' se traduz nos números apresentados pelo Sagres, do TCE-PB, que revela pagamentos feitos pela PMSR à empresa superiores aos feitos à Servicol, vide o histórico anual e os saldos remanescentes do ano passado.

O governo Panta chegou a pagar mais de meio milhão a mais à 'Geo' em relação à Servicol, cujos contratos, com média de R$ 800 mil/mês, diferem em cerca de R$ 11 mil pró-Geo, o que não justificaria uma diferença tão grande nos pagamentos de ambos serviços, já que detêm o que seria metade da cidade, cada uma.

O mistério permanece, a Servicol segue impedida de abastecer no referido posto, e a empresa busca respostas da gestão.

Veja o comparativo dos saldos devedores pela gestão às duas empresas:

GEO URBANA:


SERVICOL:



News Paraíba

Frente suprapartidária se reúne visando as disputas na Câmara de Santa Rita em 2020

Nenhum comentário

Em almoço realizado na tarde desta quarta-feira (16), um grupo político se reuniu com vistas às eleições proporcionais de 2020, em Santa Rita.

Na pauta, a formatação de uma frente suprapartidária que deverá caminhar unida durante as disputas e que deverá convergir em um agrupamento que terá como foco principal a Câmara Municipal santarritense.

O grupo, formado por suplentes e candidatos do pleito de 2016, ex-vereadores, lideranças e potenciais candidatos às cadeiras do parlamento mirim canavieiro, se define como independente, pois não pertence a qualquer corrente política ativa ou vigente na cidade no atual processo, e tem como proposta se estruturar e se viabilizar para eleger o máximo possível de candidatos para chegar forte enquanto bancada na Casa Prefeito Antônio Teixeira na próxima legislatura.

A formação inicial do grupo conta com Alysson Gomes (Podemos) - 631 votos, Sargento Jair (PRTB) - 575 votos, Carlinhos do Adesivo (PTB) - 454 votos, Ronnie Peterson (Podemos) - 373 votos e Irmão Jauires (PR) - 372 votos, mas já recebeu as visitas de Jardel de Pinto (pré-candidato), Bel da Associação  (PHS) - 383 votos e do Irmão Guarabira (Avante) - 432 votos, no encontro desta quarta.

O trabalho será intensificado e outros 15 pré-candidatos já foram contatados. A expectativa é de confirmação de mais adesões na próxima reunião do grupo, no dia 31 de janeiro.

Na reta final do prazo de filiações, o grupo deverá escolher uma sigla de forma consensual, onde embarcará e disputará o próximo pleito.

News Paraíba
© Todos os direitos reservados.