Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Notícias

Notícias

Brasil

Brasil

Política

Política

Policial

Policial

Cotidiano

Cotidiano

Cidades

Geral

VIDEO

Videos

Eleiçoes 2018

Eleições 2018

Tecnologia

Moda

Morre em João Pessoa o jornalista e cronista esportivo, Sérgio Taurino, aos 54 anos

Nenhum comentário

Faleceu na manhã desta sexta-feira (14), o jornalista e cronista esportivo paraibano, Sérgio Taurino, aos 54 anos.

Ele sofreu um infarto fulminante quando caminhava na Orla do Cabo Branco, em João Pessoa, nesta  manhã.

Filho do lendário cronista Hermes Taurino, também falecido vítima de infarto, Sérgio integrou as principais equipes do jornalismo esportivo nas coberturas dos campeonatos mais importantes do futebol profissional e amador do Estado e do país.

Sérgio Taurino era das raras unanimidades do meio profissional, de reconhecida competência e excelência no trabalho que desempenhava.

O jornalista chegou a presenciar a morte do ex-vereador Pedro Coutinho, de quem era parceiro de time e que infartou durante uma partida de futebol, na Capital, em maio do ano passado.

Sérgio foi coordenador da Equipe "Werton Soares da Costa", da Rádio Correio AM, nos anos de 2002 e 2003, composta, dentre outros, pelos jornalistas Fábio Bernardo e Werton Soares, com o plantão de Bernardo Filho. Atualmente, ele integrava a equipe da Rádio Tabajara.

Sérgio Taurino era casado e pai de uma filha.

News Paraíba

VAI CASSAR? Bayeux inteira espera por Roni Alencar

Nenhum comentário

A cidade de Bayeux vive mais um momento de ebulição em sua conturbada historia recente.

Depois do episódio envolvendo a prisão de Berg Lima, preso pelo promotor Octávio Paulo Neto, coordenador do GAECO, a cidade francesa vive o período mais sombrio de sua história.

Os desdobramentos do caso culminaram com a denúncia do MPPB nas esferas cível e criminal, afastamento determinado pelo Tribunal de Justiça e uma série de medidas cautelares depois de quase cinco meses preso.

Berg sabe o tamanho o significado e o estrago que causou à cidade e à população ao receber aquele envelope amarelo.

Nesta quinta-feira (13), após 1 ano e 5 meses daquela quarta-feira fatídica, o Superior Tribunal de Justiça deliberou acerca do processo criminal e decidiu em favor do deferimento do Habeas Corpus impetrado pela defesa do prefeito afastado.

Em Bayeux, o juiz Francisco Antunes Batista, da 4a. Vara Mista local, emitiu um comunicado à Câmara informando sobre a condenação de Berg Lima por improbidade administrativa, impedindo que ele retornasse ao cargo, fato confirmado pela Mesa Diretora, que não lhe deu posse.

 

Agora, paralelo a toda questão jurídica que impede a cidade de seguir seu rumo, para que se encerre a discussão e todos os processos percam o seu objeto, cabe a Roni Alencar, relator da comissão processante, onde tramita o pedido de cassação de Berg na Câmara Municipal, dar as repostas que a população exige neste momento.

Além de Roni, a comissão ainda conta com Lico (presidente) e Guedes (membro).

Cabe ao relator dar o parecer (e é questão de honra mostrar a Berg a "serventia da casa"), para que a comissão envie o processo ao plenário da Casa Severaque Dionísio, para que este seja votado e que a população possa respirar aliviada pelo final deste capítulo obscuro e que envergonha a sua história.

Roni deve esta resposta ao seu povo e à sua cidade.

News Paraíba
© Todos os direitos reservados.