Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

A REVOLTA DOS EXCLUÍDOS: Aguinaldo Ribeiro articula formação de quarta força para as eleições na Paraíba – Por Leandro Borba

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

/ por News Paraíba

Com os caminhos para as eleições majoritárias na Paraíba cada vez mais definidos para a formação de três chapas (PSB – MDB – PSDB/PSD), alguns partidos com grandes nomes na política estadual estão se sentido excluídos do processo de idealização de programas de governo e de mobilização de bases, principalmente nas cidades do interior.

Esse descontentamento pode acabar gerando um novo grupo político para o pleito de outubro, já que partidos como PP, PDT, PTB e PR têm histórico de contribuições e pouco vêm sendo ouvidos pelos grupos que hoje comandam a política estadual e que não estão em condições (ou não tem vontade) de incluí-los na hora da formação das chapas.

Fala-se nos bastidores que o líder do Governo na Câmara dos Deputados, Aguinaldo Ribeiro, está insatisfeito com a provável permanência de Romero Rodrigues na Prefeitura de Campina Grande (o que impede a ascendência do seu pai ao cargo de prefeito) e com a falta de espaço para o PP na chapas das oposições. Daniela, inclusive, já admitiu conversar com Ricardo Coutinho.

Mas a definição pode acabar não sendo nenhum dos dois caminhos e sim a criação de uma nova força política composta pelos outros partidos que estão com o mesmo sentimento do PP.

Segundo pessoas próximas, os contatos inclusive já estão acontecendo e essa grande aliança partidária pode reunir, além de Aguinaldo Ribeiro (PP), Wellington Roberto (PR), Damião Feliciano (PDT) e Wilson Santiago (PTB).
Segundo o Polêmica Paraíba, o grupo, inclusive, pretende atrair os insatisfeitos do MDB, que não concordam com a forma como José Maranhão vem conduzindo os destinos do partido para as eleições e acusam o senador de pensar apenas em si. Veneziano já declarou que vai trocar de legenda, além de André Amaral e Hugo Motta, que temem não ter uma boa coligação e acabar não se reelegendo.

A intenção é reunir um grupo forte capaz de indicar o vice em alguma das chapas, além da segunda vaga ao senado.

Caso isso aconteça, o jogo vira e os antes excluídos, podem acabar se tornando peça essencial para o sucesso nas eleições de outubro aqui na Paraíba.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.