Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Ministério Público assume o comando do Focco-PB

sexta-feira, 16 de março de 2018

/ por News Paraíba

O Ministério Público da Paraíba assumiu, na manhã desta quinta-feira (15), a coordenação do Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco-PB), que esteve com o Ministério Público do Trabalho, nos últimos dois anos. Em evento na Procuradoria-Geral de Justiça, representantes do Focco avaliaram os avanços do movimento, desde a criação, e projetaram o aprimoramento de ferramentas para combater as práticas e a cultura de corrupção, no Estado, através da união dos órgãos públicos e do controle social.

O procurador do Trabalho, Cláudio Gadelha, falou dos desafios enfrentados pelo Fórum, das conquistas mais recentes, principalmente, no sentindo de estar mais perto da população e de poder contribuir para a formação da opinião pública, através das mídias. Ele destacou o êxito das campanhas '10 medidas contra a corrupção' e 'Corrupção: corte esse mal pela raiz', desenvolvidas para incentivar a população a denunciar fraudes e irregularidades nos gastos públicos. Gadelha disse que ficou satisfeito com o aceite do MPPB para dar continuidade ao trabalho e agradeceu o empenho e a colaboração de todos os órgãos integrantes do Focco.

Parceria e participação social
O procurador-geral de Justiça, Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho, recebeu a coordenação estadual do Focco, destacando que o MPPB sempre esteve presente nas discussões e ações desenvolvidas, e que, agora, na condição de coordenador, continuará acreditando no trabalho conjunto, porque tinha a consciência que nenhum órgão consegue fazer esse combate à corrupção isoladamente e, que, as parcerias são determinantes para um trabalho bem feito. “Precisamos estar juntos e fortalecer a participação social. A ideia é que cada órgão traga sua expertise para aprimorar o combate à corrupção”, disse.

Os membros dos órgãos participantes do Focco reconheceram a coordenação positiva do MPT e falaram da expectativa para este novo ciclo, como o MPPB à frente do movimento. Eles destacaram que, este ano, o trabalho do Focco deve ser mais forte no combate à corrupção nas eleições. Participaram das discussões o superintendente da CGU, Gabriel Aragão Wright, e o procurador da República (MPF), Sérgio Rodrigo Castro Pinto.

Uso de plataformas digitais
O promotor de Justiça Octávio Paulo Neto, coordenador do Núcleo de Gestão do Conhecimento do MPPB, falou da necessidade de usar as plataformas digitais para o Focco se comunicar com a população, fortalecendo o exercício do controle social, e de projetos que vêm sendo pensado para este fim. O promotor Leonardo Quintans, coordenador do Centro de Apoio Operacional do Patrimônio Público, também destacou a importância de ouvir as propostas de todos os órgãos na construção do plano de trabalho.

Também participaram da reunião Ênio Martins Norat (TCE), Letacio Tenório Guedes Jr. (CGE-PB), José Hugo Lucena (SER-PB), André Delgado e Jocelino Júnior (TCU), Walber Silva (CGU), Cláudio Piccoli (Setransp/PMJP), Aderaldo Gonçalves do Nascimento Jr. e João Ricardo Coelho (Jucep), Bruno Gustavo Moreira Soares (AGU), Maria Cristina Soares Cavalcante (CRP) e Lícia Trigueiro (MPT).

O novo coordenador estadual, Francisco Seráphico marcou a primeira reunião extraordinária do Fórum Paraibano de Combate à Corrupção para o próximo dia 2 de abril, quando serão discutidas as linhas de atuação do Focco, para este ano.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.