Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Servidores do Tribunal de Justiça param atividades por dois dias

segunda-feira, 12 de março de 2018

/ por News Paraíba

Categoria cobra aplicação de reajuste no salário e também questiona auxílio-moradia.

Os servidores do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) paralisaram as atividades nesta segunda-feira (12) cobrando a aplicação de um reajuste salarial que deveria ter entrado em vigor em janeiro, data-base da categoria. O movimento vai se estender até a terça-feira (13) e, de acordo com os representantes dos servidores, não está descartada a possibilidade de uma greve geral

Com a paralisação, ficam suspensos o cumprimento de mandados judiciais, as audiências e o atendimento aos advogados e ao público, em todo o estado. O esforço concentrado para atualizar dados dos presos na Paraíba, previsto para começar nesta segunda-feira (12), também vai ficar prejudicado por conta do movimento dos servidores.

“Tivemos duas reuniões com o Tribunal de Justiça e a resposta até agora foi zero. Não tivemos apresentação de nenhuma proposta”, afirmou o presidente da Associação dos Técnicos, Auxiliares e Analistas do Judiciário Estadual (Astaj), José Ivonaldo. “Começamos a conversar desde novembro do ano passado e não temos nada”, pontuou.

De acordo com o Jornal da Paraíba, Ivonaldo ressalta que a categoria quer no mínimo a recomposição da inflação de 2017, que foi de 2,95%. Para ele, uma das razões que atravancam a aplicação do reajuste é o pagamento do auxílio moradia a juízes e desembargadores. “Esse pagamento representa R$ 14 milhões por ano, o impacto anual para nós, com o reajuste na casa dos 3%, seria na ordem de R$ 11 milhões”, pontuou.

A assessoria do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Joás de Brito Filho, disse que ele já havia agendado uma reunião com os representantes dos servidores para a terça-feira, mas que optou por desmarca-la por conta da paralisação. Segundo a presidência, nesse encontro, inclusive, deveria ser apresentada uma proposta de reajuste.

A Astaj ainda está contando com a realização dessa reunião. José Ivonaldo disse que não recebeu nenhum comunicado oficial sobre o cancelamento e ressaltou que se ela não acontecer vai se criar uma expectativa negativa na categoria. Os servidores devem realizar uma paralisação no máximo até a segunda-feira (19).
Juízes seguem trabalhando

Apesar da paralisação dos servidores, os juízes estaduais vão continuar trabalhando nos dois dias. A informação foi confirmada em nota por Maria Aparecida Sarmento Gadelha, presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB).

“Continuaremos trabalhando, apesar dos constantes ataques que nossa categoria vem recebendo. Entendemos que nossa melhor resposta é seguir ampliando nossos números positivos, solucionando conflitos, atendendo a população, apesar de enfrentarmos a falta de estrutura do Poder Judiciário, sobretudo em comarcas do interior do Estado”, afirma Maria Aparecida.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.