Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Malote Digital é utilizado em 100% das delegacias da Região Metropolitana de João Pessoa

quinta-feira, 12 de abril de 2018

/ por News Paraíba

Agilidade e economia são as principais características do Malote Digital, comunicação eletrônica desenvolvida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com a finalidade de possibilitar a troca de correspondências oficiais entre os diversos órgãos do Poder Judiciário. A ferramenta está sendo utilizada pelo Tribunal de Justiça da Paraíba desde junho de 2017 e os seus benefícios foram motivos para estender o uso do Malote Digital para todas as delegacias de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Santa Rita.

As 24 delegacias que abrangem a Região Metropolitana de João Pessoa estão utilizando o sistema, o que vem trazendo celeridade na troca de informações entre elas e o Poder Judiciário. Para o diretor de Tecnologia da Informação do TJPB (Ditec), Ângelo Giuseppe Guido, a medida representa economia, celeridade e segurança. “O Malote Digital é uma ferramenta semelhante ao e-mail corporativo, sendo que com selo de autenticidade, o que dá o caráter oficial aos documentos enviados. É seguro e agiliza o trâmite das comunicações internas”, avaliou.

Desde sua implantação, o Malote Digital já foi instalado na Central de Flagrantes, em João Pessoa, onde teve início de forma piloto. A ferramenta permite que os Autos de Prisão em Flagrante possam ser enviados eletronicamente para o Núcleo de Custódia ou ao Plantão Judiciário, para a realização das audiências de custódia pela Justiça, que determina, ou não, a legalidade e necessidade da prisão.

De acordo com a Ditec, o Malote Digital está previsto para ser instalado, ainda, na Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (SEAP), na Gerência Executiva do Sistema Penitenciário do Estado (Gesipe) e nas penitenciárias: Flóscolo da Nóbrega, Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1), Geraldo Gomes Beltrão (Máxima de Mangabeira), Júlia Maranhão (feminina), Sílvio Porto, Hitler de Siqueira Campos Cantalice (Segurança Média) e Penitenciária de Psiquiatria Forense.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.