Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Promotoria requisita informações sobre rede psiquiátrica do Estado

quarta-feira, 23 de maio de 2018

/ por News Paraíba

A Promotoria da Saúde de João Pessoa realizou, na tarde desta terça-feira (22), mais uma audiência sobre os efeitos do descredenciamento do Instituto de Psiquiatria da Paraíba (IPP). Dessa vez foi requisitado que a Secretaria de Saúde do Estado deve encaminhar, no prazo de 10 dias, documentos sobre o funcionamento da rede psiquiátrica da Paraíba. O Conselho Municipal de Saúde da Capital também se comprometeu a encaminhar até a próxima semana um relatório sobre o funcionamento dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e sobre as residências terapêuticas.

A audiência foi presidida pela 1ª promotora da Saúde da Capital, Maria das Graças Azevedo, e contou com a participação de representantes do Instituto do Psiquiatria da Paraíba, das Secretarias de Saúde do Estado e do Município, dos Conselhos de Saúde do Estado e do Município e de familiares de pacientes com transtornos mentais.

Familiares de pacientes com transtornos mentais relataram as dificuldades que enfrentam e o receio com o fechamento dos leitos do IPP. Houve ainda relatos de superlotação do Pronto Atendimento em Saúde Mental (Pasm), que funciona no Complexo Hospitalar Mangabeira, já em decorrência do descredenciamento do instituto e que os Caps não têm condições de receber os pacientes.

Os representantes da Secretaria Municipal de Saúde informaram que o município possui duas residências terapêuticas e uma está em construção e que essas residências devem receber pacientes de longa permanência. Também disseram que nem todos os pacientes do IPP deverão ser recebidos nessas residências, pois depende do perfil.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.