Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Seap discute ressocialização no sistema penitenciário com Pastoral Carcerária

quinta-feira, 17 de maio de 2018

/ por News Paraíba

A convite do secretário de Estado da Administração Penitenciária (Seap), Sérgio Fonseca de Souza, integrantes da Pastoral Carcerária da Arquidiocese da Paraíba participaram de reunião com o gestor na manhã desta quarta-feira (16). O objetivo foi estreitar o diálogo com esse segmento religioso que realiza um trabalho de evangelização nos presídios.

O secretário Sérgio Fonseca avalia que esse primeiro encontro foi produtivo. “Essa reunião foi muito positiva porque a Secretaria da Administração Penitenciária precisa estreitar o diálogo com todas as pastorais, quer seja as evangélicas ou a pastoral católica. Nós entendemos que esse apoio espiritual, esse auxílio religioso, é fundamental para o processo de ressocialização dentro do sistema penitenciário”, pontuou.

Na opinião do coordenador da Pastoral Carcerária da Arquidiocese da Paraíba, Padre João Bosco Francisco do Nascimento, a reunião com o secretário do Sistema Penitenciário do Estado foi oportuna e será sempre necessária. “Eu acompanho no Estado as cinco Dioceses da Paraíba e sempre precisamos fazer esse diálogo porque como nós estamos habitualmente dentro do Sistema Penitenciário visitando, fazendo evangelização, os familiares nos procuram, então chegam muitas demandas e precisamos sempre fazer esse intercâmbio com a secretaria para poder administrar aquilo que vai chegando pra gente,” disse.

As visitas da Pastoral Carcerária da Arquidiocese a apenados nos presídios acontecem uma vez por semana, em dia previamente agendado. Seu lema é “Eu estava preso e vocês foram me visitar”.  Os participantes são pessoas voluntárias, religiosos ou leigos.

Ainda participaram da reunião a presidente do Conselho de Direitos Humanos (Cedh-PB), Guiany Campos Coutinho, que também integra a Pastoral; o presidente da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida (Fundac), Noaldo Belo de Meireles, e os padres Xavier e Valdézio.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.