Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Sem combustíveis em postos, internautas anunciam gasolina à venda em site, na Paraíba

quinta-feira, 24 de maio de 2018

/ por News Paraíba

Galão de 5 litros de gasolina é vendido a partir de R$ 35 em João Pessoa. Anúncios foram publicados nesta quinta-feira (24), 4º dia de greve dos caminhoneiros nas rodovias do Brasil.

Em meio à falta de combustíveis nos postos de várias cidades da Paraíba, internautas começaram a fazer anúncios de venda de combustíveis em um site. As postagens começaram nesta quinta-feira (24), 4º dia de greve dos caminhoneiros que interdita rodovias no Brasil. Em um dos anúncios, um internauta vende 5 litros de gasolina aditivada por R$ 35 à vista ou R$ 40 no cartão.

Em outro anúncio no mesmo site, 5 litros de gasolina aditivada são anunciados por R$ 100, o que equivale a R$ 20 por litro. Os dois anúncios foram feitos em João Pessoa, onde vários postos de combustíveis já estão com os estoques vazios. Os poucos estabelecimentos que ainda têm produto, concentram longas filas de veículos.

Ao G1, um dos vendedores afirmou que foi nos postos - todos com grandes filas de veículos para abastecer - com galões que abasteceu. Além de vender pela internet, à vista ou no cartão, o vendedor, que mora em João Pessoa, faz entrega na residência do cliente.

Venda de combustível na internet

Além de inusitada, a venda de combustíveis pela internet pode ser interpretada como crime, podendo se enquadrar em crime contra a ordem econômica pela lei 8.176/91, crime ambiental pela lei 9.605/98, além de ferir o código de defesa do consumidor.

Greve dos caminhoneiros

A paralisação dos caminhoneiros chega ao quarto dia, nesta quinta-feira (24), com problemas no abastecimento de supermercados e feiras, falta de combustíveis, redução de frotas de ônibus e interdições em vários trechos da Paraíba. A mobilização acontece desde segunda-feira (21) por conta da alta nos preços dos combustíveis. Os caminhões que abastecem os postos de combustíveis estão parados no Porto de Cabedelo, em protesto.

Falta de combustíveis e aumento nos preços

Pelo menos 60 postos de João Pessoa foram notificados por causa do aumento no preço de combustíveis, até a manhã desta quinta-feira, após fiscalização da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP). Após quatro dias de greve dos caminhoneiros na Paraíba, cerca de 80% dos postos estavam fechados por falta de combustível, conforme estimativa do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado da Paraíba (Sindipetro-PB).

Redução na frota de ônibus

Nesta quinta-feira, continua a redução das frotas de ônibus de João Pessoa e Campina Grande permanecem. O motivo é a paralisação dos caminhoneiros desde a segunda-feira (21), provocando um desabastecimento nos postos de combustíveis.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.