Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Muito ligado a Cunha e delatado ao MPF, Hugo Motta assina CPI que quer matar 'Lava Jato' no Congresso Nacional

segunda-feira, 18 de junho de 2018

/ por News Paraíba


O blog O Antagonista traz a lista atualizada com 190 nomes dos deputados que já assinaram a "CPI das delações", que buscará barrar a Operação Lava Jato no Congresso Nacional.

Dentre os nomes constantes na relação, está o de Hugo Motta, muito ligado ao ex-deputado e ex-presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha, preso pela operação desde outubro de 2016.

Hugo também foi delatado pelo empresário José Aloysio Machado da Costa Júnior, dono da empresa Soconstrói no âmbito da Operação Desumanidade, na qual afirma que 20% dos valores desviados da construção de Unidades Básicas de Saúde (UBS) abasteceram a campanha do deputado, segundo informação veiculada pelo Jornal Estado de São Paulo.

Em depoimento gravado em vídeo e entregue aos investigadores,  o empresário declarou que o dinheiro destinado a Hugo saiu do Contrato 51/2013 que previa a construção de 11 unidades básicas de saúde (UBS) e de uma academia de saúde em Patos. Parte das obras foram bancadas com emendas parlamentares destinadas por Motta.

Ainda segundo a delação de José Aloysio, o dinheiro teria sido usado para pagar cabos eleitorais de Hugo no pleito de 2014.

Presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta é acusado de ter até 60% de sua campanha em 2014 bancada por empresas envolvidas com o Petrolão.

Além de Hugo, outros três deputados federais paraibanos assinaram a CPI: Aguinaldo Ribeiro, Benjamim Maranhão e Luiz Couto.

News Paraíba
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.