Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

ENCURRALADA: Justiça de Cabedelo obriga Geusa a por em votação requerimento que anula "eleição" ilegal de mesa

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

/ por News Paraíba

A vereadora Geusa Ribeiro, presidente da Câmara de Cabedelo, não imaginava no que estava se metendo quando concebeu, ao lado de Eudes Souza, o Projeto de Resolução n.º 010/2018, que tentou formar a Mesa Diretora da Casa para o biênio 2019-2020 manipulando o plenário do parlamento.

Depois de ver a Justiça cabedelense se posicionar contra os resultados da sessão ordinária do dia 27 de novembro e a reafirmação do mesmo juízo concedendo ao prefeito Vítor Hugo o direito à recondução da interinidade do Poder Executivo local, agora sofre o 'golpe de misericórdia'.

LEIA TAMBÉM: Geusa não aguenta a pressão e suspende sessão que anularia eleição fake para Mesa da Câmara de Cabedelo

ELE FICA: Decisão da Justiça de Cabedelo garante Vítor Hugo como prefeito do município em 2019

Em decisão proferida nesta terça-feira (11), a Justiça obriga a mandatária da Poder Legislativo cabedelense a colocar em pauta o requerimento que pede a anulação da resolução que nomeou toda a Mesa para o próximo biênio, na qual seguiria como presidente, adquirindo, assim, o direito de assumir a prefeitura a partir do dia 1º de janeiro.

Apresentado pelos vereadores em plenário na última sessão, em caráter de 'Urgência urgentíssima', o requerimento foi barrado pela presidente, que sequer aceitou o seu recebimento.

Agora, depois da decisão judicial, Geusa é obrigada a colocar em votação e obedecer a soberania do plenário, que já deu o indicativo de derrubada da matéria.

CONFIRA A DECISÃO:


News Paraíba
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.