Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Samsung disponibiliza linha direta com o TJPB para atender o consumidor e evitar a judicialização

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

/ por News Paraíba

A Samsung disponibilizou ao Tribunal de Justiça da Paraíba uma linha direta telefônica e e-mail, específico para a utilização do Poder Judiciário, para fomentar a resolutividade de demandas do consumidor com a empresa, ainda em situação pré-processual. A ação faz parte da execução de um Termo de Cooperação assinado entre a empresa e o TJPB, por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec).

Uma reunião para tratar da questão aconteceu na tarde desta quarta-feira (30) entre as representantes do Consumer Institutional Project da Samsung, Janaína Sales Rodrigues e Camilla Pinho, e os diretores adjuntos do Nupemec, juízes Fábio Leandro de Alencar e Bruno Azevedo. Durante o encontro, ficou acertado, também, a realização de um esforço concentrado para analisar e julgar os processos em tramitação na Justiça estadual com relação à Samsung, por meio das práticas autocompositivas.

Segundo ficou acordado entre a empresa e o TJPB, o consumidor que estiver com algum problema relacionado a um equipamento Samsung poderá se dirigir diretamente ao Núcleo de Conciliação e Conflitos do TJPB ou mesmo a um dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), e vai ter uma pessoa preparada para atendê-lo no que diz respeito ao dispositivo Samsung. O juiz ou o conciliador vai entrar em contato com a fábrica, por e-mail ou pela linha telefônica, diretamente com o pessoal responsável pela resolutividade.

“O resultado poderá ser imediato. Quando não, a empresa se compromete a dar andamento a toda a demanda que chegar no Tribunal de Justiça ainda no período pré-processual. Com isso, o Tribunal ganha com a desjudicialização do processo, a empresa ganha por fidelizar o seu consumidor, dando resolutividade a demanda dele, e ganha o consumidor no tempo. Um processo que leva seis ou oito meses e, as vezes, até um ano, poderá ser resolvido imediatamente”, frisou Janaína Sales.

O diretor adjunto do Nupemec, juiz Fábio Leandro de Alencar, relatou que a proposta de assinatura do Termo de Cooperação partiu da própria Samsung, que entrou em contato com Núcleo. “O objetivo principal desse termo é, através desses canais abertos ao TJPB, buscar a conciliação e evitar que o consumidor formalize ações judiciais relativas a problemas com a Samsung. Nós, do Nupemec, ficamos muito sensibilizados com a proposta, uma vez que ela ataca, exatamente, as ações pré-processuais. Além de dar um realce às práticas autocompositivas, que é esse o maior objetivo do Núcleo de Conciliação”, observou o magistrado.

Por sua vez, o juiz Bruno Azevedo disse que o Nupemec vai encaminhar e-mail aos juízes de todas as comarcas do Estado, informando sobre o Termo de Cooperação com a Samsung e repassando os contatos que foram disponibilizados pela empresa, para que os serviços já comecem a ser utilizados.

Mutirão – Com relação à realização de um esforço concentrado para julgar os processos já em tramitação na Justiça estadual, Janaína Sales afirmou que já está iniciando as tratativas para a formalização de uma pauta de julgamento. A expectativa é de que o Mutirão possa ser realizado ou na segunda quinzena de março ou primeira do mês de abril.

“Vamos reunir todos aqueles processos que estão em tramitação no Judiciário estadual da Paraíba, inicialmente na Capital, e aqueles em que houver a possibilidade da empresa apresentar um acordo, vamos formular nossas propostas para fins de conciliar e encerrar os litígios. Não precisando esperar seis meses, oito meses para fazer audiência de conciliação, para fazer acordo”, declarou.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.