Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Seis são presos e um é suspeito de atacar carro-forte na UEPB

quinta-feira, 25 de julho de 2019

/ por News Paraíba

Um grupo de seis pessoas foi preso na tarde dessa quarta-feira (24), no bairro Cinza, em Campina Grande, suspeito de envolvimento em roubos e explosões contra instituições financeiras. Um dos presos é suspeito de participar do assalto a um carro-forte ocorrido em abril deste ano dentro da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Segundo a Polícia Civil, foram presos três homens e três mulheres, através da operação intitulada Malote Blindado. Metade das prisões foi em cumprimento a mandados de busca e apreensão domiciliar. De acordo com a polícia, cinco dos integrantes foram presos no momento em que estavam aplicando uma película em um carro roubado.
(Foto: divulgação/ Polícia Civil)

Na operação, foram presas em flagrante uma mulher de 30 anos, moradora do bairro Cinza, uma de 19 anos, do bairro Três irmãs e uma de 20 anos, que reside na cidade de São João do Cariri.  Os homens de 28, 47 e 19 anos, são respectivamente dos bairros Monte Castelo, Estação Velha e Novo Cruzeiro, em Campina Grande.

Segundo o Portal Correio, foram apreendidos com os suspeitos dois fuzis AR-15, calibre 556, uma escopeta calibre 12 com munição, um carro com placa adulterada que foi roubado em Natal, no Rio Grande do Norte, e outro veículo com 400 gramas de maconha no interior.
Assalto na UEPB

Um dos homens é apontado na investigação como um dos responsáveis pelo assalto ao carro-forte ocorrido na UEPB. Com ele foi encontrado o crachá da universidade, uma vez que ele trabalhava de office-boy para a instituição. Segundo a polícia, a suspeita é de que o homem realizou o levantamento do local do crime.
 
Baleados

A arma escopeta foi apreendida com ele e conforme a polícia, ela é a mesma que teria sido roubada de um dos vigilantes do carro-forte da universidade durante a ação criminosa. Alguns comparsas do homem fugiram no local da abordagem policial.

O assalto a carro-forte na UEPB ocorreu no dia 1º de abril deste ano, quando os bandidos armados assaltaram um veículo que abastecia a agência bancária que fica dentro do prédio.

Na ocorrência, houve tiroteio e a polícia foi acionada ao local, mas os assaltantes já tinham fugido. Eles levaram um malote de dinheiro, uma arma, e deixaram um segurança e uma aluna baleados.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.