Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Técnicos do Fida elogiam trabalho de assistência técnica continuada na Paraíba

sexta-feira, 26 de julho de 2019

/ por News Paraíba

Um grupo de técnicos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), órgão das Nações Unidas e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), parceiros do Governo do Estado no Projeto Dom Hélder, foi recebido nessa quarta-feira (24) pela diretoria da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer) e da Asbraer, Nivaldo Magalhães, e pelo diretor de Assistência Técnica Jefferson Morais. No encontro, os representantes do Fida destacaram que, depois de receber recursos e assistência técnica continuada, em pouco mais de um ano, houve mudança na qualidade de vida das famílias.

O representante do Fida, Hardi Michael Wulf Vieira, destacou que o grupo ficou gratificado com as mudanças que ocorreram com as famílias, frutos do bom desempenho dos extensionistas da Empaer em acompanhar a execução das ações. Ele disse que entre os Estados do Nordeste integrantes do Projeto Dom Hélder, o trabalho da Paraíba se destaca e tem sido fundamental para tirar famílias da extrema pobreza, que passam a ter uma melhor qualidade de vida, e também o acesso às políticas públicas. “O trabalho de assistência técnica de forma continuada na Paraíba tem sido muito bom, daí a diferença e servindo de modelo para outros Estados”, comentou.

Ele destacou, ainda, que a Paraíba tem sido um Estado onde as famílias estão avançando com conquistas, acessando os programas sociais do governo, comercializando seus produtos, com alimentação saudável. Também esteve presente à reunião o coordenador-geral de Extrativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marco Aurélio Pavarino, o gerente executivo de Planejamento e Operações, Cristiano Campelo, e outros técnicos.

O Projeto Dom Hélder tem presença efetiva em municípios inseridos no Semiárido distribuídos nas regiões do Sertão, Cariri, Curimataú e Agreste, contribuindo para retirar famílias da extrema pobreza, criando condições para que estas possam produzir e comercializar seus produtos agrícolas nas comunidades rurais onde residem, além de participar dos programas sociais.

Do Sítio Barro Vermelho, em Vieirópolis, Sertão, vem um bom exemplo protagonizado pelo agricultor familiar Francisco Domingos da Silva, o qual há pouco mais de um ano trabalha com a produção de hortaliças, usando irrigação por gotejamento em agroecologia, atividade que lhe trouxe melhoria da qualidade de vida e uma renda familiar. São produtos como alface, couve, melancia, melão, abóbora, maracujá, batata-doce e coentro, os quais são comercializados na feira livre da cidade e nas portas das casas. As hortaliças são irrigadas pelo sistema de micro-aspersão, utilizando água de um poço amazonas. Ele também mantém na propriedade uma pequena criação de bovinos e, em período de inverno regular, planta feijão e milho.   

Ele disse que sempre desejou cultivar hortaliças e teve essa oportunidade por meio dos recursos do Projeto Dom Helder Câmara. Em menos de um ano, recebendo assistência técnica oferecida pelo Governo do Estado, por meio da Empaer, já comercializa seus produtos nas feiras livres e se prepara para acessar os programas sociais do governo, como Pnae e PAA.

Modelo participativo  - O Projeto Dom Helder Câmara é executado pelo Governo do Estado por meio da Empaer, empresa vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), que assessora as famílias atendidas por este programa desde o final de 2017. As metodologias utilizadas são participativas, com atenção voltada para todos os membros da família, onde as ações são realizadas. Desde quando iniciou essas ações, já foram realizadas mais de 9 mil visitas para assessoramento técnico-social com 105 capacitações sobre comercialização dos produtos da agricultura. Cada família recebe uma dotação de fomento de R$ 2.400,00 para a implantação de atividades produtivas que possam gerar renda familiar.

A previsão é de que o projeto seja finalizado em abril de 2020 e até esta data serão feitas mais de 100 capacitações, 1.800 visitas, como também criando Unidades Demonstrativas de Inovações geradas para a agricultura familiar e convivência com o semiárido, adaptadas à realidade local, servindo de referência para que as famílias possam desenvolver suas atividades.

O Projeto Dom Hélder tem como equipe de execução, a qual é formada pelos extensionistas Eduardo Lucas Farias, Carlos José de Araújo Filho e Francisco de Assis Vilar, com o acompanhamento do presidente da Empaer, Nivaldo Magalhães, e do diretor Técnico da Empaer, Jefferson Morais.
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.