Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

V Semana do Patrimônio Cultural da Paraíba: Iphaep inaugura biblioteca

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

/ por News Paraíba

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep) vai prestar uma homenagem, nesta quarta-feira (14), a um dos seus funcionários, o advogado Werton Soares Júnior, que morreu este ano, aos 33 anos, de infarto. O nome dele foi dado à biblioteca do instituto, um espaço destinado à pesquisa histórica e documental, que será inaugurada às 17h, como parte da programação da V Semana do Patrimônio Cultural da Paraíba, que vai lembrar o Dia Nacional do Patrimônio, instituído no dia 17 de agosto, e que começou nesta terça-feira (13) e se estende até o sábado, com atividades na capital e no interior.

“Werton foi uma pessoa especial que, além dos serviços que prestou ao Iphaep, por quase uma década, deixou, também, um exemplo de amizade e carinho por parte de todos os seus colegas. Uma pessoa alegre, solícita e sempre atenta às demandas jurídicas que envolviam o exercício da cidadania e da defesa do patrimônio”, comenta, emocionada, Cassandra Figueiredo, diretora executiva do Iphaep.

Semana do Patrimônio Cultural - Antigo Anthenor Navarro, o município de São João do Rio do Peixe, no Sertão paraibano, tem Centro Histórico Tombado. E foi exatamente na cidade histórica que o Governo do Estado, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba iniciou, nesta terça-feira (13), a V Semana do Patrimônio Cultural da Paraíba. Reunindo alunos e professores da Educação Básica, os técnicos do Iphaeprealizaram uma vivência educacional na Escola Estadual de E.F.M. José Américo de Almeida. “O Iphaep acredita que a educação é um dos pilares da conscientização e preservação do patrimônio cultural”, revela a diretora executiva, Cassandra Figueiredo.

Inventários - Dando sequência à programação, nesta quinta, dia 15, a partir das 14h, no auditório Tarcísio Burity, no Unipê, acontece a entrega do Inventário de Bens Culturais da cidade de João Pessoa, realizado por alunos de arquitetura da instituição superior de ensino. São dois volumes, que contemplam os bens tombados isoladamente na capital paraibana, a exemplo do Liceu e da sede da Academia Paraibana de Letras.

Na sexta-feira a partir das 10h, no Palácio da Redenção, o Iphaep entrega ao governador João Azêvedo o Inventário dos Bens Móveis e Integrados do Palácio da Redenção. Uma das primeiras edificações da antiga Parahyba, o Palácio do Governo foi construído como parte do Conjunto Arquitetônico Jesuítico. Inicialmente, era uma escola, mas, posteriormente, passou a servir como sede administrativa e chegou ao século XXI como Palácio da Redenção.

A diretora do Iphaep explica: “Este Inventário é resultado de um belo e minucioso estudo, pesquisa e composição, executado pelo Iphaep, por meio da restauradora Piedade Farias com a equipe composta por Edvaldo Lira, Rosane Lacet e LuisKehrle”. O Inventário foi iniciado em 2017 e é uma homenagem aos 200 anos da Revolução de 1817 e ao centenário do quadro de Parreira, afixado no Salão Nobre do Palácio. 
 
Aperfeiçoamento -Também na manhã desta sexta-feira será realizada mais uma atividade da V Semana do Patrimônio Cultural da Paraíba: a assinatura do Termo de Cooperação Técnica com a Polícia Militar da Paraíba, para o início da implantação da Força Especializada de Proteção ao Patrimônio Cultural (Fepac), no qual serão capacitados profissionais da Polícia Militar da Paraíba, no sentido de fiscalizar, proteger, conservar e preservar os bens culturais.

"O projeto foi pensado conjuntamente com a Polícia Militar, por meio do comandante Euller, que se prontificou em disponibilizar efetivo da polícia para atuação na salvaguarda dos bens culturais do nosso estado”, revela Cassandra. "A iniciativa é pioneira no Brasil e irá atender à demanda de fiscalizações do patrimônio cultural em todo o estado".

Ainda no mesmo dia 16, será firmado o Empreender Centro Histórico Bananeiras, uma parceria entre o Iphaep e o Empreender PB, para viabilizar ações efetivas de apoio à ocupação dos polígonos que são tombados nos Centros Históricos da Paraíba. A ideia é fortalecer os micros e pequenos empresários, residentes, comerciantes e empreendedores, que atuam e dão vida à área inicial das cidades estaduais.

Para finalizar a V Semana do Patrimônio Cultural da Paraíba, a equipe do Iphaep volta ao interior do estado e, mais especificamente, à cidade de Bananeiras, no Brejo, e cujo Centro Histórico também é tombado pelo patrimônio estadual. Às 19h do sábado, exatamente no Dia Nacional do Patrimônio, na Estação Ferroviária Bananeiras (bem tombado individualmente pelo Instituto estadual), será lançado o Informativo Parahyba. “Através desse suplemento cultural, realizamos um “passeio” pela história, cultura e gastronomia do município”, comenta a gestora do Iphaep. “A leitura possibilita uma integração da ação prática do cotidiano à memória afetiva da população: de Bananeiras e de todo cidadão da Paraíba”. 
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.