Responsive Ad Slot

Últimas

Últimas

Ausência de Panta em posse de Mesa aumenta rumores de afastamento pela Câmara de Santa Rita; fonte revela que há um acordo em andamento para livrar o prefeito de cassação

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

/ por News Paraíba

Uma ausência foi muito sentida na Câmara Municipal de Santa Rita, na manhã da última terça-feira (1º).

Ato de cortesia e harmonia entre os poderes constituídos, é comum o gestor comparecer à posse do chefe do Poder Legislativo, mas o prefeito Emerson Panta não esteve presente na cerimônia de posse do presidente Gustavo Santos, para o comando da Casa Prefeito Antônio Teixeira no biênio 2019-2020.

O fato aquece a já efervescente discussão em torno de um eventual afastamento de Panta por parte do parlamento mirim canavieiro, em virtude da instalação de duas CPI's que foram aprovadas na Casa, há cerca de duas semanas.

A comissões investigam supostas irregularidades e superfaturamento nas contratações das empresas Servicol e Geo Urbana para a coleta de lixo da cidade, além de pagamento de mais de meio milhão de reais a uma empresa de material de construção com licitação suspensa pelo TCE.

Informações da Câmara dão conta de que há claros indícios de comprovação das acusações e que, findados os prazos de defesa e tramitação, Panta deve ser afastado preventivamente por 180 dias.

Do outra lado, a assessoria do prefeito busca desqualificar o trabalho dos parlamentares divulgando extraoficialmente que o prefeito já teria se acertado com os mesmos através de um suposto acordo.

Segundo áudio publicado em um grupo de mensagens na última segunda-feira (31), o agente político José Honorato, figura muito conhecida na cidade, eleitor de Panta, mas grande contestador da sua gestão, com amplo trânsito tanto na Câmara como na Prefeitura, o acordo seria que "para os vereadores não ficarem desmoralizados" (sic), as comissões deverão realizar as investigações e inocentar o prefeito no final dos trabalhos.

Ainda de acordo com o signatário do áudio, ele teria encontrado os secretários de Infraestrutura e de Agricultura, Chefe de Gabinete e Procuradora Geral do município na porta da Câmara e tratado do tema.

"Uma fonte fortíssima ligada informou que o prefeito já conseguiu reverter esse quadro. Que, para os vereadores não ficarem desmoralizados, vai se fazer a CPI, se apurar as denúncias e dizer que não achou fundamentos, e vão zerar e ele não vai ser afastado", disse.

Honorato diz desconhecer os valores envolvidos no suposto acordo, mas que cerca de 50 empregos na estrutura da edilidade municipal estariam envolvidos na negociação.

"Os valores pra isso, eu não sei, dizem aí, e mais 50 empregos. Então eu queria saber se isso é verdade. Vamos aguardar pra ver", afirmou Honorato em sua fala.

OUÇA, NA ÍNTEGRA:


O áudio põe em xeque o trabalho das comissões formadas pelo plenário da Casa Prefeito Antônio Teixeira e a reputação dos vereadores, que passam a trabalhar sob forte pressão, o que só faz aumentar ainda mais a responsabilidade e o compromisso dos legítimos representantes do povo em relação à seriedade, idoneidade e transparência do trabalho realizado naquele poder para com a população santarritense.

News Paraíba
Não deixe de ler
© Todos os direitos reservados.